Walkyria Santos vai à Brasília pedir aprovação de lei: ‘Vai haver punição’

A cantora Walkyria Santos está em Brasília para tentar a aprovação da lei que receberá o nome do seu filho, Lucas Santos. O projeto de lei apresentado na Câmara dos Deputados por Julian Lemos, deputado federal da Paraíba, prevê multa e prisão para os haters das redes sociais. O filho da artista, que tinha 16 anos, cometeu suicídio após postar um vídeo no TikTok e ser alvo de comentários homofóbicos. “Hoje está fazendo sete dias que eu perdi meu anjo, meu príncipe, mas eu não quero chorar. Hoje não será dia de choro, hoje vai ser dia de luta, de vitória. Cheguei aqui em Brasília, estou aqui em Brasília e quero pedir a todos os deputados federais da Paraíba, do Rio Grande do Norte, de Alagoas, do Pernambuco, do Brasil, e a todos os senadores que, por favor, votem na lei Lucas Santos em caráter de urgência porque eu não salvei meu filho, mas a gente pode salvar o seu”, afirmou a cantora em um vídeo publicado no Instagram nesta terça-feira, 10. Walkyria também pediu apoio dos seguidores para divulgar o projeto de lei nas redes sociais. “Vai haver punição contra esses ataques, sejam eles homofóbicos, sejam para denegrir a imagem, sejam para diminuir as pessoas. A gente precisa passar por isso, a gente precisa parar as pessoas que usam a internet para o mal”, finalizou Walkyria. A cantora Ludmilla, a cantora Gretchen e a influenciadora digital Viih Tube já demonstraram apoio a mãe de Lucas Santos.