Paes admite falha na comunicação ao falar sobre reabertura: ‘Não tem liberou geral’

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, fez “mea-culpa” nesta sexta-feira, 6, ao falar do plano de flexibilização da pandemia de Covid-19. As medidas foram anunciadas a cerca de duas semanas, quando o prefeito falou sobre a liberação de público em boates, danceterias, estádios e arenas esportivas. No entanto, segundo Eduardo Paes, ele passou um impressão errada à população sobre o cenário da Covid-19 na cidade, já que existe a preocupação com o avanço da variante Delta. Diante disso, o prefeito afirmou que a cidade não vive um clima de “liberou geral”, apesar da perspectiva de flexibilização a partir de setembro. “Esperamos que as vacinas cheguem para que possa salvar vidas. Por favor, estamos atentos ainda, não tem liberou geral, que fique clara a mensagem da minha parte. Se passei outra impressão, que esqueçam”, disse. Segundo Paes, houve uma piora no cenário epidemiológico do Rio de Janeiro nas últimas duas semanas. Com isso, se a situação persistir, o programa de flexibilização poderá ser revisto.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga