Deise Zuqui comenta quais são os principais ítens para cuidar da pele

elegant woman in roll neck sweater and cardigan with white facial mask hiding behind clothes on winter light blue background.

O interesse com os cuidados com a pele, seja ela do rosto ou do corpo, cresceu muito no último ano. Deise Zuqui, grande entendedora do assunto, diz que os cuidados são essenciais para garantir saúde e beleza para o maior órgão do corpo humano. Por isso, investir em um skincare caseiro pode ser uma boa alternativa para evitar problemas atuais e futuros. 

Manter cuidados diários é importante pois previne o envelhecimento, trata de danos solares e aumenta a qualidade e elasticidade da pele. Não existe idade certa para começar, então se você começou a se interessar mais por skincare na quarentena, este artigo irá te ajudar a conhecer quais os ítens indispensáveis e como começar. Lembre-se de que o cuidado também ocorre de dentro para fora, então sempre se alimente bem.

  • Dermatologista: O primeiro passo é, sem dúvida, consultar um especialista. Deise Zuqui diz que somente o médico poderá dizer quais produtos e cuidados sua pele mais precisa. Não adianta usar qualquer coisa, pois pode acabar piorando em vez de melhorar. 
  • Limpeza da pele: Após descobrir qual seu tipo de pele e qual sabonete usar, o primeiro cuidado diário mais importante é limpar a pele. Com a limpeza, os poros são desobstruídos, o acúmulo de oleosidade vai embora junto com os resíduos de poluição e sujeiras, além de preparar para os próximos passos. 
  • Hidratação: É outro passo diário que deve ser feito até mesmo em pessoas com pele oleosa, com produtos adequados, claro. Além do rosto, Deise Zuqui diz que o corpo também necessita de hidratação contínua. É nessa etapa que a maciez da pele é obtida, além de formar uma barreira de proteção.
  • Protetor solar: Independente da época do ano e do local, o uso do protetor deve ser mantido. Mesmo em casa, em um dia nublado, nossa pele tem contato com raios UV, então não tem desculpas para pular esse passo. O protetor deve ser escolhido junto ao dermatologista, para atender a necessidade da pele, e a proteção mínima é de 30 fps. Além de proteger a pele, o protetor solar também tem algumas versões com cor, que podem substituir uma make, ajudando sua pele a respirar melhor.  
  • Esfoliação: A principal função é retirar as células mortas e pode ser feita semanalmente. Deise Zuqui conta que esse tratamento também promove a renovação celular, ajuda com a foliculite e limpa mais profundamente, deixando a pele mais iluminada e com aparência mais saudável.