Latam reduz prejuízo líquido no 1º trimestre e vê receita dobrar com recuperação na demanda

A Latam, em recuperação judicial nos Estados Unidos, registrou prejuízo líquido de US$ 380 milhões no primeiro trimestre, reduzindo as perdas em 11,8% na comparação anual.

As receitas da companhia aérea somaram US$ 1,95 bilhão entre janeiro e março, mais que o dobro do que no mesmo período de 2021.

“Apesar das dificuldades no início do ano por conta da emergência da variante ômicron e seu impacto, principalmente nos meses de janeiro e fevereiro, as operações da Latam apresentaram nova melhoria trimestral”, diz a companhia. Eles destacam que a recuperação nos voos domésticos sustenta a recuperação.

A demanda total por voos da empresa, medida por passageiros por quilômetros pagos transportado (RPK, na sigla em inglês), chegou a 65,2% do visto no primeiro trimestre de 2019, enquanto a oferta por assento por quilômetro oferecido (ASK, na sigla em inglês), ficou a 68,2% do registrado naquele ano. Ante 2021, houve evolução.

Os custos operacionais da Latam nos primeiros três meses do ano ficaram em US$ 2,09 bilhões, uma alta de 65,3% na comparação anual, impactada pela disparada de quase 200% nos preços dos combustíveis em um ano. A companhia aérea destaca ainda que os custos com combustíveis tiveram alta de 0,5% sobre o primeiro trimestre de 2019.

Ao fim do primeiro trimestre, a Latam tinha US$ 7,98 em dívidas, aumentando em US$ 540,1 milhões ante dezembro, após impacto do câmbio nas dívidas e saque de mais uma parcela do financiamento DIP em março.

A companhia tinha liquidez de US$ 1,17 bilhão no final de março, com possibilidade de acesso a US$ 950 milhões adicionais em fundos do financiamento DIP.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui