Homem mata colega, joga o corpo na praia, mas guarda o pênis em uma panela

Um homem de 48 anos foi preso pela Polícia Civil na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo, depois de matar um colega, decepar o órgão genital da vítima e levar o corpo para Itanhaém. O suspeito também colocou o pênis da vítima dentro de uma panela. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), que informou que o crime aconteceu no fim de agosto, e o autor era considerado foragido até a manhã da quarta-feira, 8, quando foi encontrado. O corpo da vítima, que tinha 56 anos, foi encontrado na faixa de areia e com marcas de violência, incluindo uma facada e o órgão genital decepado.  O crime teria acontecido em uma pousada e os policiais encontraram marcas de sangue no quarto em que o suspeito estava hospedado. De acordo com o suspeito, os dois estavam utilizando drogas quando a vítima tentou investir sexualmente contra ele, que recusou e cometeu o crime. A SSP informou também que, após ser detido, o suspeito foi levado para a Cadeia Pública de Peruíbe