Aneel mantém bandeira vermelha 2, mais cara da história, para o mês de agosto

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai manter a bandeira vermelha 2 da energia, taxa mais cara que vigora no Brasil desde junho, para o mês de agosto. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 30, e significa que por mais um mês os consumidores receberão uma cobrança adicional de R$ 9,492 para cada 100 kWh consumidos em casa. A manutenção da tarifa mais cara é reflexo do baixo nível dos reservatórios. Segundo nota da Agência, a situação do país continua crítica. “Agosto inicia-se com igual perspectiva hidrológica [de julho], com os principais reservatórios do SIN em níveis consideravelmente baixos para essa época do ano”, diz posicionamento da empresa.