A Bahia registrou mais 616 casos confirmados do novo coronavírus e 23 mortes nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (22) pela Secretaria da Saúde (Sesab). Com as novas notificações, o estado chegou ao total de 12.557 diagnósticos de covid-19, com 399 óbitos. 

De acordo com o levantamento da véspera, quinta-feira (21), eram 11.941 infectados, o que significa um crescimento de 5,15% nas últimas 24 horas. Em relação às fatalidades, eram 376 até o dia anterior. O aumento para 399 nesta sexta representa 6,11%. A Sesab informa que, desde a última terça-feira (19), 1.472 casos confirmados aguardam validação dos municípios.

Entre o número total de casos confirmados, 3.679 pessoas já são consideradas recuperadas da doença (29,29%), enquanto 8.479 pacientes ainda apresentam sintomas da covid-19 e permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica (67,52%). Ao redor da Bahia, 1.852 profissionais da saúde testaram positivo para o novo coronavírus.

Os diagnósticos aconteceram em 234 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (64,21%, com 7.118 confirmados e 742 aguardando validação). As cidades com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (3.752,62), Itabuna (3.311,09), Ipiaú (2.855,71), Ilhéus (2.630,49) e a capital baiana (2.478,11).

Em relação às 23 novas mortes registradas nestas 24 horas, 10 ocorreram em Itabuna, nove aconteceram em Salvador, duas em Jequié e duas em Ilhéus. Apesar de terem sido notificadas entre a última quinta (21) e esta sexta-feira (22), apenas cinco aconteceram nos últimos três dias. A vítima fatal mais nova na listagem era um homem de 36 anos,  portador de doença renal crônica e de mieloma múltiplo. O mais velho, um homem de 88 anos, sem informações sobre comorbidades.

  • 377º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado 07/05 e veio a óbito dia 15/05, em hospital da rede particular em Salvador.
  • 378º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 12/05 e veio a óbito dia 18/05, em hospital público em Salvador.
  • 379º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de doença cardíaca crônica, foi internado dia 123/05, veio a óbito dia 16/05, em hospital público em Salvador.
  • 380º óbito – homem, 54 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 16/05, veio a óbito dia 20/05, em hospital da rede particular em Salvador.
  • 381º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 20/05, em hospital da rede particular, em Salvador.
  • 382º óbito – homem, 63 anos, residente em Itabuna, sem comorbidades, veio a óbito dia 15/05, em sua residência.
  • 383º óbito – homem, 58 anos, residente em Itabuna, tendo doença respiratória crônica descompensada e doença cardíaca também crônica. Internado dia 06/05, em hospital filantrópico em Itabuna, veio a óbito dia 10/05.
  • 384º óbito – mulher, 72 anos, residente em Itabuna, diabética, foi internada dia 07/05, em hospital público em Itabuna, veio a óbito dia 14/05.
  • 385º óbito – homem, 88 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades, foi internado dia 24/04, em hospital filantrópico em Itabuna, vindo a óbito dia 14/05.
  • 386º óbito – homem, 77 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades, veio a óbito em sua residência, no dia 15/05.
  • 387º óbito – mulher, 59 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades, internada10/05, veio a óbito dia 17/05, em hospital filantrópico em Itabuna.
  • 388º óbito – homem, 63 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades, sem data de internação, veio a óbito dia 19/05, em hospital filantrópico em Itabuna.
  • 389º óbito – homem, 36 anos, residente em Itabuna, portador de doença renal crônica e de mieloma múltiplo, veio a óbito dia 30/04, em sua residência.
  • 390º óbito – mulher, 64 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades, foi internada dia 10/05 e veio a óbito dia 16/05, em hospital filantrópico em Itabuna.
  • 391º óbito – homem, 73 anos, residente em Itajuípe, sem informações acerca de comorbidades, foi internado dia 06/05, vindo a óbito dia 08/05, em hospital filantrópico em Itabuna.
  • 392º óbito – homem, 52 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades, foi internado dia 29/04, vindo a óbito dia 02/05, em hospital público em Salvador.
  • 393º óbito – mulher, 52 anos, residente em Itapé, sem informações acerca de comorbidades, foi internada dia 21/04, vindo a óbito dia 03/05, em hospital público em Ilhéus.
  • 394º óbito – mulher, 61 anos, residente em Maraú, cardiopata, diabética, portadora de hipertensão arterial e doença pulmonar obstrutiva crônica. Foi internada dia 01/05, vindo a óbito de 14/05, em hospital público de Ilhéus.
  • 395º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 15/04, vindo a óbito dia 18/05, em hospital público em salvador
  • 396º óbito – mulher, 38 anos, residente em Salvador, portadora de obesidade, foi internada dia 05/05, veio a óbito dia 20/05, em hospital público em Salvador.
  • 397º óbito – mulher 51 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internada dia 20/05 e faleceu dia 20/05, em hospital público em Salvador.
  • 398º óbito – homem, residente em Jequié, portador de asma e obesidade, veio a óbito dia 20/05, em hospital público em Jequié.
  • 399º óbito – mulher,47 anos, residente em Jequié, portadora de doença renal crônica, veio a óbito dia 19/05, em hospital da rede pública em Jequié.

Na Bahia, dos 1.464 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para pessoas com covid-19, estão ocupados 783 (o que representa 53%). Já entre os leitos de UTI adulto e pediátrico destinados apenas a infectados com o coronavírus, dos 596 disponíveis, 392 possuem pacientes internados (65,8%).

De acordo com a Sesab, o número de leitos é flutuante e representa o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. “Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda”, informa a secretaria.

Entre o dia 1° de março e esta sexta-feira (22), o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 40.644 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus. Atualmente, 4.490 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

O boletim epidemiológico registra ainda 33.084 casos descartados e 79.916 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais, até as 17h desta sexta-feira (22).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *