PF prende ex-deputado do Ceará com R$ 2 milhões escondidos em caixas de TV

A Polícia Federal do Ceará prendeu na manhã desta quinta-feira, 19, um ex-deputado federal e estadual com cerca de R$ 2 milhões escondidos em caixas de TV e em um cofre durante uma operação KM Livre, que investiga desvios de recursos públicos na contratação de serviços de locação de veículos e motocicletas. Ao todo, 27 mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos oficiais nas cidades de Fortaleza, Russas, Caucaia, Mossoró (RN) e Rio de Janeiro (RJ). Um dos alvos dos mandados foi uma empresa ligada ao deputado preso, que não teve identidade revelada até o momento. Os milhões foram achados no local e ele foi detido em flagrante por causa da origem desconhecida do dinheiro.

Essa é a segunda parte da Operação KM Livre. Na primeira, deflagrada em 2016, mais de R$ 5,9 milhões foram apreendidos, também na sede de uma das empresas investigadas. Segundo a PF, a organização criminosa que cometia fraudes em licitações e lavagem de dinheiro realizaria os desvios há cerca de 20 anos e era comandada pelo ex-político preso nesta quinta. Outros valores em dinheiro não detalhados pela polícia também foram apreendidos nos outro endereços alvos de mandados. Não há informações sobre mais prisões.