Aneel cobra explicações de concessionárias sobre novo apagão no Amapá

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) enviou ofícios nesta quarta-feira, 18, para o Operador Nacional do Sistema (ONS), a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e para a Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) para cobrar explicações sobre o novo apagão que atingiu o estado do Amapá na noite de terça-feira, 17, após promessas de normalização dos sistema de energia elétrica. O primeiro apagão aconteceu no último dia 3 de novembro e atingiu cerca de 14 dos 16 municípios do estado. As cidades ficaram sem energia elétrica por quase quatro dias. A Aneel cobra ações das entidades para que tais ocorrências não se repitam e afirma que está monitorando passo a passo a situação do Amapá e apurando as responsabilidades sobre os problemas no fornecimento de energia no Estado, incluindo a última interrupção.

Segundo a ONS, responsável pelo monitoramento e controle do Sistema Interligado Nacional (SIN), a normalização das cargas do Amapá foi concluída às 1h04 desta quarta-feira. “O tempo necessário para a recomposição das cargas do estado foi devido a uma sequência de eventos, que se iniciaram às 20h27 da última terça-feira, 17 de novembro, quando aconteceu um desligamento automático do transformador da subestação Macapá, apenas no lado da distribuição, e da hidrelétrica Coaracy Nunes, provocando uma interrupção de 183 MW de carga no estado do Amapá”, explicou a nota. “Às 20h51 foi iniciado o processo de recomposição e retomada gradual das cargas quando, às 21h03, houve novo desligamento no transformador da subestação Macapá. A nova tentativa de retomada de carga se iniciou às 21h10, porém, às 21h20 ocorreu o terceiro desligamento do transformador”, detalhou o operador. “O ONS identificou que os desligamentos podem ter sido causados no momento da energização da linha de transmissão Santa Rita – Equatorial, de propriedade da CEA. A linha está sendo mantida desligada até avaliação a ser realizada pela CEA, distribuidora local.”

A CEA garantiu que já iniciou os trabalhos de apuração das causas da interrupção do fornecimento de energia e que trabalhar com o ONS para a recomposição do sistema e atendimento dos 13 municípios afetados com a situação. “Após o restabelecimento da energia, que foi concluído à 1h da manhã desta quarta, a Companhia voltou ao fornecimento em rodízio às 4h da manhã dos bairros que ainda estavam sem o fornecimento”, explicou em nota. “O município de Tartarugalzinho continuou sem atendimento até 2h30 por dificuldades adicionais”. Procurada pela Jovem Pan na noite de terça, LMTE disse que o apagão não teve origem em uma de suas linhas de transmissão e que o transformador que foi instalado em Macapá está funcionando corretamente desde o dia 7 de novembro. O relatório com as causas do apagão deve ser entregue nos próximos 10 dias, informou o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) André Pepitone.