Dólar cai com possível vitória de Biden e fecha semana em R$5,39

A indefinição sobre o resultado da eleição presidencial dos Estados Unidos e a possível vitória do democrata Joe Biden fizeram com que o dólar caísse ao redor do mundo nesta semana. No Brasil, a queda foi de 6% ao longo da semana e de 2,74%, fazendo com que a moeda fechasse a semana em R$ 5,39. Essa foi a primeira vez que o dólar fechou abaixo de R$ 5,40 desde o dia 22 de setembro deste ano. Já no mercado futuro, o dólar a liquidação em dezembro fechou em R$ 5,37, apresentando uma queda de 2,93%.

Outro fator que favoreceu a queda do dólar foi a promessa de Paulo Guedes, ministro da Economia, e Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, de retomar a agenda de reformas na próxima semana. A fala dos dois ajudou a retirar a pressão do câmbio. Declarações da dupla agradaram os economistas. “Estão emergindo de volta as reformas”, disse Guedes, que afirmou que pretende “derrubar” a dívida pública. Maia, por sua vez, disse que, se houver interesse do governo, a Câmara poderá votar a reforma tributária “rapidamente”.

*Com informações do Estadão Conteúdo