Bolsonaro diz que críticas da UE sobre a Amazônia são ‘completamente infundadas’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que as críticas de países da União Europeia (UE) sobre o desmatamento no Brasil são “completamente infundadas”, destacando os comentários feitos sobre a situação na Amazônia. A declaração foi dada nesta sexta-feira, 6,  último dia de visitas de representantes de países europeus à região da Amazônia ao lado do vice-presidente, Hamilton Mourão, da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles. “Ninguém no mundo tem fontes de energias limpas como nós temos. Pega os países mais críticos a nos, que participam da União Europeia, essas suas críticas são completamente infundadas em especial quando falam da nossa região amazônica”, afirmou Bolsonaro.

Em evento de inauguração de uma central hidrelétrica na cidade de Renascença, no Paraná, Bolsonaro disse que, através da regularização fundiária, será possível “dar uma satisfação” sobre as acusações feitas sobre desmatamento e queimadas no país. O presidente disse, ainda, que o Brasil é a nação que mais  preserva o meio ambiente no mundo, não mencionando os índices de desmatamento e queimadas registrados no Pantanal e na Amazônia. Sobre a regularização fundiária, Bolsonaro disse que pretende “conseguir o que não conseguimos esse ano quando se fala em meio ambiente”.

Além disso, Bolsonaro também elogiou os ministros que compõem sua equipe, exaltando Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura. “Toda a satisfação que eu tenho no meu governo é comandar um ministério técnico, competente, comprometido com o destino do Brasil e aliado de todos os governadores do Brasil, sem exceção”, afirmou o presidente. Bolsonaro também exaltou sua relação com o governador do estado, Ratinho Junior (PSD), e elogiou a gestão do general Joaquim Silva e Luna à frente da Itaipu Binacional, dizendo que, em breve, “teremos outra Itaipu Binacional em solo paranaense”.

*Com informações do Estadão Conteúdo