Indústria tem forte retomada após fase crítica da pandemia

A indústria registrou forte retomada em setembro tanto na produção, na capacidade instalada e no emprego. A sondagem da Confederação Nacional da Indústria (CNI) também aponta melhora na situação financeira e acesso ao crédito. É o que explica o gerente de Análise Econômica, Marcelo Azevedo. “Expectativa de uma sustentação desse crescimento nos próximos meses, uma contratação que só vai acontecer em uma percepção de melhor. É um resultado bastante importante. Tudo isso ajuda para uma sustentação do crescimento para além do que foi perdido nos meses de abril e março por conta da pandemia.”

A Sondagem da Confederação Nacional da Indústria ouviu 1.881 empresas entre 1º e 14 de outubro. A retomada mais forte que o esperado também gera desabastecimento em cadeias siderúrgicas, construção civil, automotiva e a reclamação de preços mais elevados das matérias primas diante de estoques baixos pela paralisação das atividades na pandemia da Covid-19.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos