Governo vai prorrogar presença das Forças Armadas na Amazônia até abril de 2021

O governo federal vai prorrogar a presença das Forças Armadas na Amazônia até abril de 2021. A informação é do vice-presidente da República, Hamilton Mourão. O decreto de Garantia da Lei e Ordem (GLO), que autoriza a presença de militares na região, vence em 6 de novembro — mas a prorrogação deve ser assinada já na semana que vem. Segundo o general, que é presidente do Conselho da Amazônia, os recursos para custear a extensão da operação já estão reservados. O Conselho da Amazônia se reúne na próxima terça-feira (3).

A expectativa é de que seja apresentado o planejamento estratégico elaborado pelo governo para cumprir a meta de diminuir o índice de desmatamento na região pela metade ate 2023. Além disso, o ministro da Defesa deve fazer um balanço da Operação Verde Brasil II, a ministra da Agricultura deve falar sobe os avanços dos projetos de regularização fundiária e o ministro do Meio Ambiente esclarecerá a situação do Ibama e do ICMBio. Na quarta (4), o vice-presidente vai até a Amazônia na presença de embaixadores de países europeus. A ideia é mostrar in loco as ações que vem sendo adotadas pelo governo para tentar coibir o desmatamento e queimadas na região.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado