Aegea vence leilão de saneamento da PPP da Sanesul com desconto de 38,46%

Empresa arremata serviço de esgoto de 68 municípios de Mato Grosso do Sul, no terceiro leilão no país desde a aprovação do marco do saneamento. A Aegea desbancou outros três grupos na licitação desta sexta-feira, 23, na B3, em São Paulo, ao oferecer desconto de 38,46% sobre o preço máximo. No total, três grupos participaram da concorrência pública, enquanto que um quarto consórcio não se qualificou. A vencedora vai atuar por meio de parceria público privada com a Sanesul, Empresa de Saneamento do estado. Na terça-feira, 20, a Aegea já tinha vencido um leilão para atuar em Cariacica, no Espírito Santo.

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, destaca que o repasse à iniciativa privada vai ajudar a universalizar os serviços. “Você abreviar o tempo levando o esgotamento sanitário e nós vamos sair de hoje, 46%, para universalização, isso é um ganho extraordinário. E na modelagem desse programa nos olhamos também o pequeno pequeno município”, diz. Reinaldo Azambuja acredita que o a universalização no estado se dará em até 10 anos. O Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, lembra que o poder público perdeu a capacidade de investir. “Demonstra que o governo apostou na questão do marco regulatório quando enfrentou no meio de uma pandemia, nós detectamos que através da estrutura que tínhamos hoje no saneamento não íamos para a universalização. Então não tinha outra saída do que abrir e chamar para parcerias”, afirma. O Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, aponta que 100 milhões de brasileiros não têm acesso a coleta de esgoto. Além de Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, em setembro uma empresa ganhou a concorrência para explorar o saneamento em cidades de Alagoas.

*Com informações do repórter Afonso Marangoni