Guitarrista Eddie Van Halen morre aos 65 anos

Um dos principais guitarristas de todos os tempos, Eddie Van Halen morreu nesta terça-feira, 6, aos 65 anos. Depois de travar luta contra um câncer na garganta por quase uma década, o músico norte-americano nascido na Holanda não resistiu e veio óbito no Hospital St. Johns em Santa Monica, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada primeiramente pela TMZ, um dos principais veículos de informação estadunidense. Filho de Van Halen, Wolf lamentou a perda no Twitter. “Eu não posso acreditar que tenho que escrever isso, mas meu pai, Edward Lodewijk Van Halen, perdeu a sua árdua batalha contra o câncer nesta terça-feira. Ele foi o melhor pai que eu poderia ter. Todos os momentos que eu compartilhei com ele foram uma benção. Meu coração está quebrado e eu não consigo imaginar como eu vou superar esse baque. Eu te amo muito”, lamentou.

Guitarrista, compositor e produtor musical, ele foi co-fundador da banda Van Halen, sendo eleito o melhor guitarrista de todos os tempos, por uma votação promovida pela revista Guitar World, que contou com quase 500 mil votos. Além disso, ele foi eleito o 8° melhor guitarrista de todos tempos pela revista Rolling Stones, uma das mais tradicionais do segmento. Nascido em Amsterdã, na Holanda, Van Halen migrou para a Califórnia, nos Estados Unidos, ainda criança com a família. Na década de 1970, ele começou a chamar atenção no cenário do rock de Los Angeles, lançando o seu disco de estreia em 1978. O auge, no entanto, foi o seu disco “1984”, que naquele ano rendeu uma indicação ao Grammy e levou a música “Jump” a ser o primeiro e único da banda no primeiro lugar das paradas pop dos EUA. “Unchained”, “Hot for Teacher” e “Panama” foram outros singles que bombaram na época. Em 2017, o guitarrista postou um vídeo nas redes sociais mostrando seus instrumentos e tocando uma de suas guitarras.