Bahia confirma mais sete mortes por covid-19 e chega aos 93 óbitos

A Bahia já soma 93 mortes confirmadas em decorrência do novo coronavírus. No fim da tarde desta terça-feira (28), a Secretaria da Saúde do estado (Sesab) divulgou novo boletim e adicionou mais sete óbitos na listagem. Com os três anunciados no levantamento anterior, pela manhã, foi registrado um total de 10 vítimas fatais por covid-19 nas últimas 24 horas na Bahia.

Ao todo, são 2.564 diagnósticos da doença no estado. Destes, 275 pacientes encontram-se internados, sendo 89 em UTI. Os casos confirmados estão divididos em 130 municípios, com maior proporção em Salvador (1.578 contaminados). O boletim ainda aponta que 522 pessoas já estão recuperadas do novo coronavírus.

Em relação às mortes, as vítimas fatais foram registradas nos municípios de Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (4); Ipiaú (1); Itabuna (3); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Nilo Peçanha (1); Salvador (56); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (3).

O 87º óbito era uma mulher de 88 anos, com histórico de hipertensão, asma e doença pulmonar obstrutiva crônica. Ela foi admitida em hospital público de Salvador no dia 18 de abril e faleceu no último domingo (26).

A 88ª morte foi de uma mulher de 79 anos, com histórico de diabetes e osteoartrose. Ela estava internada em um hospital público de Salvador desde o dia 13 de abril, vindo a óbito no último dia 23.

A 89ª vítima fatal era uma mulher de 56 anos, com histórico de diabetes e doença renal crônica. Ela foi admitida em um hospital público da capital baiana no dia 17 de abril e morreu no último dia 24.

O 90º óbito foi registrado nesta terça-feira (28). Era uma mulher de 44 anos, sem histórico de comorbidades, que estava em um hospital público de Salvador desde o dia 21 de abril.

A 91ª morte foi de uma mulher de 96 anos, com histórico de doença cardiovascular crônica. Admitida em hospital público da capital baiana no dia 15 de abril, ela faleceu na última segunda-feira (27).

A 92ª vítima fatal era um homem de 64 anos, sem comorbidades. Ele estava em casa, em Salvador, e morreu na na última sexta-feira (24).

O 93º óbito foi de uma mulher de 63 anos, com histórico de imunodeficiência. Ela também morreu em sua residência, na capital baiana, no dia 23 de abril.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui