Betim é marcada por protesto no dia do Servidor Público

Cerca de 7 mil pessoas foram às ruas de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (28), protestar contra a cobrança da empreiteira Andrade Gutierrez com o município. E também, o bloqueio de R$ 47,8 milhões que os cofres das cidades metropolitanas podem sofrer a partir do dia 5 de novembro. O protesto teve presença de 35 entidades locais, entre elas estavam associações de bairros, sindicatos, organizações sociais e membros da sociedade civil. A maior preocupação, de forma unânime, é com o risco do valor bloqueado, já que colocaria em risco os serviços públicos e o salário do funcionalismo municipal.

O ato teve início debaixo do viaduto Jacintão, com adesão dos setores de limpeza urbana, transporte de baixa capacidade, transporte coletivo, além da população em geral. O local escolhido para iniciar o protesto é simbolicamente relevante, pois é trabalho da empreiteira que quer cobrar quase R$ 480 milhões de Betim.

Em nota, a empresa Andade Gutierrez disse que realizou as obras conforme o contrato feito junto com a cidade de Betim, e que a empreiteira ganhou em todas as instâncias na Justiça. “Assim, a dívida do Município de Betim com a Andrade Gutierrez não foi apenas reconhecida em decisão definitiva, mas os títulos que a representam foram emitidos pelo Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais, que ordenou o pagamento na forma também prevista na Constituição”, diz a nota.

Recentemente, a Prefeitura de Betim soltou uma nota decretando calamidade financeira. “O decreto é uma forma de comunicar oficialmente à população de Betim, e aos municípios vizinhos que utilizam de nossos serviços, que a Prefeitura enfrenta um momento delicado, uma vez que, somente em 2015, a diminuição das receitas correntes foi da ordem de R$ 167 milhões, o que representou uma queda real de cerca de 10% entre o orçado e o realizado”, afirmou o secretário municipal de Finanças, Planejamento e Gestão, Gustavo Palhares.

O Mais Minas (www.maisminas.org) é um veículo de comunicação digital criado em 2016 que reúne hard news e artigos sobre política, economia, cidadania, cultura, loterias e demais temas. É um portal de notícias com ênfase em Minas Gerais, mas que também aborda assuntos de interesse nacional e internacional.  É um jornal com layout moderno e que trabalha junto com as novas tendências tecnológicas do mercado de mídias digitais.

Possui uma política de livre distribuição de conteúdo – sem nenhum tipo de cobrança – e um modelo de negócio ancorado na monetização via espaço publicitário, mídia programática e publieditoriais.

O trabalho realizado durante os últimos dois anos consolidou a posição do site Mais Minas como um dos melhores portais de conteúdo e entre os mais acessados em Minas Gerais, chegando a agosto de 2018 em uma marca de 10 milhões de visualizações mensais, segundo dados do Google Analytics.

Nossa missão é expor desde questões locais de uma certa comunidade até grandes discussões nacionais, sempre assegurado no caminho da democracia e da mídia independente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui