Novas tendências do mercado de telecomunicações

A transformação digital tem surpreendido a todos com as provedoras regionais de Telecom. Saiba qual operadora tem se destacado no cenário de telecom.

21/10/2019 às 14:38

Por

Melhores tecnologias, mais velocidade, pessoas mais conectadas. Em um cenário com cada vez mais dispositivos por pessoa, não somente as empresas de tecnologia evoluíram, mas também os provedores do serviço. Entender as tendências deste mercado é fundamental para prever os próximos passos do segmento de telecomunicações no país.

A Selectra, empresa líder mundial em consultoria do cliente de telecomunicações e energia, e no Brasil conhecida como Podecomparar, analisa o mercado brasileiro e a crescente de operadoras de serviço regionais pelo país.

Uma das necessidades mais importantes do ser humano é se comunicar. E esse é justamente o grande trabalho das empresas de telecomunicações, que podem ser categorizadas segundo o setor. Já existem muitas empresas que estão especializadas em telecom e oferecem uma gama de produtos de telefonia fixa, móvel, internet e TV por assinatura.

O Brasil é um dos líderes em número de assinaturas de banda larga fixa. Segundo a Anatel, no último ano foi registrado um total de 30,54 milhões de contratos ativos de internet banda larga, levando o Brasil a 6ª posição no ranking mundial. No gráfico abaixo, ilustramos o número de contratos por operadora:

Segundo a Anatel, o Brasil já representa a 5ª maior rede de telecom do mundo, com mais de 500 mil funcionários especializados trabalhando e desenvolvendo na área.

Dentro deste cenário otimista das telecomunicações, vale mencionar a nova tendência em crescimento: as operadoras regionais de telecom. Com um aumento de 290 mil assinaturas somente de internet banda larga em 2019, este grupo de prestadores locais comprova a premissa de que sim, os consumidores estão mudando e o velho mercado tem sim novos poderosos concorrentes.

Os provedores regionais já são uma realidade no cenário de telecomunicações do Brasil. Com quase 1/4 da parcela de contratos de banda larga fixa, os operadores locais também se destacam na média de satisfação geral.

E essa tendência em buscar novos provedores de telecomunicações locais não é fruto somente da crise ou pela busca por melhores preços, mas sim na mudança de hábitos dos consumidores. O usuário já não tem tempo a perder com burocracias, tempos longos de espera e planos de telecom que não fazem sentido em suas vidas.

Um dos destaques deste mercado local é a Brisanet. Presente em quatro estados no país (Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte), a operadora tem notas altas nas categorias Cobrança (8,44) e Contratação (8,16), segundo a pesquisa de satisfação do clientes de 2018 realizada pelas Anatel.

A nordestina Brisanet faz um ótimo trabalho ao investir na infraestrutura de fibra óptica e levar essa conexão de alto desempenho aos seus clientes, proporcionando inclusão social e conectividade em regiões interioranas que muitas vezes não são a prioridade de investimento de outras grandes operadoras.

Para que essa expansão de mercado ocorresse, foi necessário que o compartilhamento de infraestrutura acontecesse. Então em 2017 a Agência Nacional de Telecomunicações por meio da resolução 683 aprovou o compartilhamento de infraestrutura à prestadoras de serviço de telecomunicações.

Ao compartilhar redes e infraestrutura, as operadoras de telecom orientam-se não somente à ampliação de cobertura, mas também à eficiência no uso dos recursos. O novo mercado exige que a concorrência não seja por torres, cabos ou postes e sim em oferta de serviços, velocidade e preço.

Dispositivo que está presente na casa de todo brasileiro, o celular já se tornou item de grande importância no dia-a-dia das pessoas. Mais que fazer chamadas, as pessoas querem estar conectadas. Hoje no Brasil o número de usuários de pacotes de dados já passou de 227 milhões.

Para potencializar este mercado, em 2010 a Anatel normatizou as chamadas MVNO (Mobile Virtual Network Operator) ou Operadoras Virtuais de Rede Móvel, que atuam como representantes das operadoras. Neste caso, a MVNO não possui rede nem frequência próprias, fazem parcerias para usar da rede de outras operadoras.

Estas MVNO como não precisam dedicar-se em investir na ampliação de infraestrutura, focam estrategicamente em serviços mal desenvolvidos no mercado, visando oportunidades que as grandes empresas não podem bancar pela dificuldade de logística ou operação.

A Brisanet  é um exemplo de sucesso de Operadora Virtual de Rede Móvel. A operadora atua como MVNO credenciada pela Vivo, usando sua rede e compartindo as responsabilidades. Seu foco de atuação é a comunicação, distribuição e atendimento pessoal. Em troca, usa da rede Vivo para oferecer seus planos Pré Pago.

Sem a preocupação de investir constantemente na ampliação das redes, a Brisanet amplia seu mercado agora na telefonia móvel, que atualmente já conta com 10 mil assinantes e pretende chegar até o final de 2019 com 70 mil.

Resumimos que, o importante é perceber que o mercado está em constante evolução, se reconfigurando a cada ano. As empresas pequenas se comparadas às grandes operadoras crescem cada vez mais rápido, ocupando brechas onde as grandes não tem interesse em chegar e com a qualidade que não podem garantir devido o tamanho de suas transações.

Como vender pela internet

A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.

Prós e contras em viajar de madrugada

Respostas para as principais dúvidas para passagens milhas

Descubra a Groenlândia – destino para aventureiros e para quem ama a natureza

Destinos ideais para solteiros

Como vender pela internet

Como tirar mofo de parede antes de pintar

21/09/2019 às 09:49

Por

Se você chegou até aqui, significa que deseja empreender no mundo digital. Afinal, uma das melhores ferramentas deve ser usada a seu favor! Contudo, entrar nas plataformas digitais não é a tarefa mais difícil. A pergunta é: como marcar seu território? Como vender pela internet com autenticidade e confiança dos clientes? 

Existe uma grande diferença entre vender às cegas e atuar mirando o objetivo sem perdê-lo de vista. Um planejamento bem feito precisa reunir diversas técnicas de marketing digital. Não apenas para aparecer, mas, alavancar os lucros e estabelecer sua empresa com inteligência. 

O primeiro passo é compreender a importância de usar a internet para vender. Assim será possível:

De acordo com a pesquisa realizada pela empresa de segurança digital Compre&Confie, criada pela ClearSale, o primeiro trimestre de 2019 apresentou acréscimo de 23% nas vendas online. Isto é, aproximadamente 17 bilhões. 

O estudo revela ainda o Brasil como líder do ranking na América Latina. Vale salientar que os números permanecem em crescimento, o que comprova o sucesso do mercado online. 

Cada nicho possui sua própria porcentagem de vendas; o público-alvo do seu negócio tem influência direta nos ganhos. Por isso, é essencial saber para quem você quer vender e como fará isso através da internet. 

Figurar nessas plataformas é o grande diferencial do empreendedor moderno. Isso representa o pensamento de quem quer conquistar seu espaço e atender bem os seus clientes.

O marketing digital são as técnicas empregadas na internet de forma estratégica para atrair e dialogar com potenciais consumidores. Como dissemos, criar páginas e lojas virtuais pode parecer fácil, contudo, é fundamental fazê-lo com planejamento e eficiência. 

Para que esse trabalho seja excelente, muitos administradores optam por terceirizar o serviço. Então, contratam agências especializadas em marketing digital. O investimento é importante, uma vez que gerará retorno acentuado.

Olhando para a expansão da internet e seu enorme potencial de divulgação, a tarefa do marketing digital é:

Nicho de mercado é um segmento com características particulares; pessoas com interesses semelhantes e preferências específicas. Usuários que querem determinado produto, com necessidades iguais. Também conta seu estilo de vida, aparência física, hobbies, e etc.

Para escolher o nicho certo, observe seu projeto e os princípios da sua empresa. Entenda que você precisa estar familiarizado com o tipo de produto ou serviço que pretende oferecer. Só assim poderá apresentar suas ideias com propriedade, sabendo que quem ouve tem mais chance de comprar com você.

Veja tipos de nicho de mercado conforme os ramos:

O leque de opções é vasto! Você encontrará muitos canais de venda na web. Contudo, cada plataforma oferece modos alternativos. O bom disso tudo é a possibilidade de encontrar o site que mais gosta. Além de ser o que mais combina com seu negócio. 

Através dos canais de venda sua empresa irá apresentar seu produto, sua marca e pode comercializar por eles.

O Email marketing é ótimo para “conversar” diretamente com seu consumidor. Se já definiu o nicho e configurou os leads (possíveis compradores), há grande chance de vender pelo email marketing. Além de realizar pesquisas de satisfação; divulgar descontos e novidades.

O grande escape do marketing digital é a ferramenta do Google Adwords. Sabe aquelas palavras-chave que os usuários digitam ao pesquisar alguma coisa na internet? Frases como “dicas para emagrecer rápido” ou “como decorar minha sala” são modelos de palavras-chave. Elas contribuem para formar um funil com pessoas que realmente se interessam pelo seu empreendimento. Outrossim, eleva sua página para os primeiros links que o usuário acha ao digitar. 

As redes sociais consistem em divulgação expressiva, isto é, em massa. Isso acontece já que, hoje em dia, praticamente todo mundo tem alguma rede social. O Facebook, por exemplo, tem a ferramenta de marketplace dentro da própria plataforma. Assim você consegue vender na rede social. 

O Instagram também tem facetas para dialogar com clientes, apresentar novidades e descontos.

Ao observar os produtos e serviços, os leads podem comprar ou recomendar para amigos e parentes a sua ideia. Ou seja, as redes sociais funcionam como uma grande rede para pescar clientes, oportunidades de venda e maior publicidade.

Fórum apresentará conceitos e soluções tecnológicas para criar um ambiente digital que favoreça a modernização da gestão pública e o desenvolvimento econômico

12/09/2019 às 13:10

Por

Para debater os benefícios das novas tecnologias, como Cidades Inteligentes, Internet das Coisas e 5G, e os desafios para sua implantação, o SindiTelebrasil e a FIEMG promovem em Belo Horizonte, no dia 3 de outubro, o Fórum Cidades Inteligentes, IoT e Conectividade: Perspectivas e desafios. Do debate participarão representantes do governo federal, agência reguladora e academia.

Belo Horizonte, embora seja umas das mais importantes capitais do País, está entre as últimas colocadas no Ranking das Cidades Amigas da Banda Larga, que avalia as 100 maiores cidades brasileiros sob aspectos que facilitam a instalação de infraestrutura, como as antenas de celular.

Os principais desafios da capital mineira é a burocracia na liberação de licenças para a instalação de antenas e uma legislação atrasada, de uma época em que nem existia banda larga móvel pelas redes de celular. A alteração desse quadro é essencial para que a população de Belo Horizonte possa ter acesso aos benefícios das novas tecnologias e aos serviços inteligentes.

O Fórum apresentará conceitos e soluções tecnológicas para criar um ambiente digital que favoreça a modernização da gestão pública e o desenvolvimento econômico, além da prestação de serviços e facilidades para o dia a dia dos cidadãos.

Com a evolução tecnológica e a vinda do 5G, serão viabilizadas centenas de novas aplicações e soluções que poderão ser adotadas em diversas áreas, como saúde, educação, segurança pública, transporte e mobilidade urbana, por exemplo. Toda essa tecnologia exigirá muito mais conectividade: mais antenas, mais fibra óptica e também um ambiente de regras propício para a implantação dessa infraestrutura.

Também serão apresentados cases de inovação e de sucesso na modernização da legislação municipal sobre o tema, além da apresentação dos Rankings de Cidades Amigas da Internet e de Serviços de Cidades Inteligentes. Especialistas apresentarão ainda os baixos impactos da radiação emitida pelas antenas e discutirão a importância da celeridade no licenciamento de novas ERBs para suportar as crescentes demandas da sociedade pelos serviços, principalmente banda larga móvel.

Quando? 3 de outubro

Onde? Auditório FIEMG – Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Av. do Contorno 4456 – Auditório 4º andar. Bairro: Santa Efigênia – BH

Quanto? Evento GRATUITO

Mais informações? Acesse aqui

09/09/2019 às 17:17

Por

Uma das maneiras mais efetivas de ampliar o público do seu perfil no Instagram é buscando por formas de interagir com ele. Para isso, é importante divulgar o seu conteúdo em momentos que ele é visualizado com mais frequência. Afinal, qual o melhor horário para postar fotos e ganhar seguidores no Instagram?

Levando em consideração que não há um horário estabelecido que funcione para todos os tipos de perfis e de públicos é imprescindível que você saiba a maneira como os seguidores se comportam.

Caso você não tenha conhecimento a respeito dos algoritmos do Instagram, é interessante que você passe a utilizar app para ganhar seguidores no Instagram pois uma das funções é a de postagens agendadas de acordo com o melhor horário para o seu público-alvo.

Uma das grandes vantagens desse serviço é que você conseguirá economizar o tempo dedicado para programar cada post que é postado na hora para que você ganhe seguidores no instagram.

Além de ter acesso ao controle de velocidade das suas ações por meio de relatórios que mostram os resultados de crescimento do seu perfil na rede social.  A partir dessas informações e desses recursos, você conseguirá ganhar seguidores no Instagram!

Se você desejar comprar seguidores no Instagram também deve investir na interação com os seus seguidores, seja respondendo e curtindo comentários, conversas curtas no direct e afins. 

Ao mudar o seu perfil pessoal para conta comerciais você terá acesso à relatórios disponibilizados pelo próprio Instagram que faz uma análise do desempenho da sua conta na rede social.

Para obter os dados referentes a quantidade média de ações realizadas pelos seus seguidores durante a semana é necessário clicar no canto superior direito da tela, e posteriormente em “Informações”.

Feito isso você pode verificar a análise feita sobre os dias da semana e horários em que os seus seguidores interagiram mais com o seu Instagram, como por exemplo: “visitas ao perfil”, “E-mails”, “Cliques no site”.

A parte de “Descoberta” informa qual o alcance e as impressões de quantas pessoas viram o seu conteúdo e onde ele é encontrado. As “impressões” mostra o número de vezes que as suas publicações foram visualizadas nos últimos 7 dias.

Já o “Alcance” é sobre quantas contas foram “conquistas” na última semana. É importante frisar de que esse número é uma estimativa, e não um dado preciso.

Também é possível ver qual gênero é mais engajado, bem como qual a faixa etária, e localização.

A transformação digital tem surpreendido a todos com as provedoras regionais de Telecom. Saiba qual operadora tem se destacado no…

Especialista dá dicas preciosas para quem quer vender mais pela internet Nos dias atuais, as pessoas se conectam mais frequentemente…

Semana começa com tempo nublado, trovoadas e pancadas de chuva em Minas Gerais

Empreendimentos chamam atenção do público que está cada vez mais interessado em locais perto da natureza A tranquilidade de morar…

Uma aeronave caiu no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte na manhã desta segunda-feira (21). O acidente ocorreu…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui